Expozebu reúne figuras importantes e bancada ruralista do Congresso – Ministro da Agricultura, Antônio Andrade (PMDB-MG), e deputados de vários partidos participam de frente do setor



BRASÍLIA — Considerada a mais importante exposição agropecuária do Brasil, a Expozebu, em Uberada, é sempre prestigiada por presidentes da República e muitos políticos. Além da força da rica região do triângulo mineiro, o que mais pesa na decisão de estar presente ao evento é a influência da chamada bancada ruralista no Congresso, que sempre faz muito barulho, para o bem ou para o mal, como aconteceu recentemente na votação do Código Florestal. Integrantes desta bancada e da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) comparecem em peso ao evento e aproveitam a ocasião para mostrar aos dirigentes políticos a linha de pensamento do setor agropecuário.
Entre os integrantes da frente estão o atual ministro da Agricultura, Antônio Andrade (PMDB-MG), e deputados de vários partidos, como Paulo César Quartieiro (DEM-RR), plantador de arroz que comprou briga com a demarcação de terras indígenas na Raposa Serra do Sol.
— Já estou aqui, vendo o gado Nelore. Lula chega hoje (quinta-feira) e a Dilma virá amanhã. É até bom ela vir para que passe a conhecer a área que sustenta o Brasil, é a oportunidade de ver o Brasil real e entender o mal que ela fez ao setor agropecuário, com a criação de um cartel. Muitos frigoríficos fecharam com a política do BNDES de emprestar dinheiro só para uns — disse o deputado e líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO), que integra a bancada e tornou-se célebre pela luta como presidente da UDR (União Democrática Ruralista), criada em 1985, para defender os interesses dos produtores rurais.
Na época da Assembleia Nacional Constituinte, um grupo de parlamentares se mobilizou para defender os interesses do setor agropecuário e, em 1995, foi fundada a Frente Parlamentar da Agricultura, que depois, em 2008, se tornou Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), formada hoje por 213 deputados e 15 senadores. A chamada bancada ruralista, aquele grupo mais radical em defesa de suas terras, tem um número menor de adeptos — estima-se algo entre 100 e 120 parlamentares.
Segundo os próprios ruralistas, a bancada varia de acordo com o tema em debate. Entre os que mais se destacam no grupo estão os deputados Ronaldo Caiado, Abelardo Lupion (DEM-PR), Luiz Carlos Heinze (PP-RS), Moreira Mendes (PSD-RO), Bernardo Vasconcellos (PR-MG), Marcos Montes (DEM-MG), Duarte Nogueira (PSDB-SP) e a senadora Kátia Abreu (PSD-TO), que atualmente preside a Confederação Nacional da Agricultura (CNA);.
O atual presidente da FPA é o deputado Homero Pereira (PR-MT), licenciado para tratamento de saúde e a presidência está sendo exercida interinamente pelo deputado Luiz Carlos Heinze. Também fazem parte da Frente alguns políticos do PT e PSB, partidos considerados mais a esquerda. No Senado, além da senadora Kátia Abreu, também integram a frente os senadores Blairo Maggi (PR-MT), Jaime Campos (PMDB-MT), Ana Amélia (PP-RS), Casildo Maldaner (PMDB-SC), entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *