FPA pede atenção contra pragas trazidas por torcedores



FPA pede atenção contra pragas trazidas por torcedores

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Luis Carlos Heinze (PP-RS), manifestou preocupação com a possível entrada de pragas trazidas pelos visitantes que chegam para assistir à Copa do Mundo. Os  milhares de turistas e delegações poderão trazer  até 225 espécies de praga inexistentes no Brasil, que não afetariam apenas as grandes culturas, como soja, milho e trigo, mas ameaçam também frutas, hortaliças e verduras.

 “É um problema que nós esperamos que a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Agricultura exerçam uma intensa fiscalização nos portos, aeroportos  e rodoviárias. Essa é uma preocupação que nós temos, pois vem gente do mundo todo. É verdade que todo Brasil torce pela  nossa seleção, mas quem realmente está brilhando nos campos  é o agronegócio que pode ser afetado por pragas e doenças vindas de fora”.

Essas pragas e doenças podem chegar por meio dos alimentos trazidos pelos torcedores e até de forma invisível, como nas vestimentas, sapatos e qualquer outro objeto que eles estejam portando. Segundo Heinze, o agronegócio brasileiro é um dos mais competitivos do mundo, portanto, exposto à hostilidade dos concorrentes que não se contentam em ver os avanços do setor produtivo rural. “Ter cautela não é ter paranoia”.

Para o presidente da FPA, o agronegócio é a alavanca da economia brasileira e grande propulsor de outros setores, pois quando ele vai bem toda a economia é beneficiada. É no campo que se colhe as melhores notícias: safra recorde de grãos (193,56 milhões de toneladas), 25% do PIB nacional, 37% dos empregos, 40% das exportações e do expressivo superávit da balança comercial brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *