Deputado Afonso Hamm defende a realização dos rodeios e vaquejadas



Na última terça-feira, 14, o Senado aprovou a proposta de emenda constitucional (PEC) 50/2016, que permite a realização de rodeios e vaquejadas no Brasil. A PEC segue agora para apreciação na Câmara dos Deputados. Vice-presidente da Frente Parlamentar em defesa dos rodeios, o deputado Afonso Hamm comemorou a decisão. “Os rodeios e as vaquejadas representam lazer e culto às tradições, especialmente nas regiões do país em que essas manifestações têm mais de um século de história. O  Brasil tem que ser respeitado nas suas diversas formas de culturas e tradições”, afirmou.

Ainda de acordo com o parlamentar, durante a realização das provas o bem-estar dos animais é uma permanente preocupação dos organizadores. Hamm, que também é criador de cavalo crioulo,  apresentou projetos de lei que reconhecem a Marcha de Resistência do Cavalo Crioulo do Rio Grande do Sul e o Freio de Ouro como manifestação da cultura nacional. Também fez uma indicação ao Ministério da Cultura, sugerindo o registro da competição “Freio de Ouro” como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

O deputado reiterou seu apoio ao projeto, destacando que o objetivo é garantir que as provas continuem sendo realizadas no país, considerando que as mesmas movimentam o turismo, a economia e o setor agropecuário, além de promoverem a geração de empregos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *