Empreendedorismo no campo, a salvação da lavoura



“O empreendedorismo é o caminho para o futuro.” A frase é do engenheiro-agrônomo Xico Graziano, autor de diversos livros sobre agricultura e economia, conferencista, articulista, consultor de marketing de agronegócio e sustentabilidade e foi pronunciada para cerca de 5 mil produtores rurais de todas as regiões do Paraná em  evento  promovido pela Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), no ExpoTrade Convention Center, na região metropolitana de Curitiba, em dezembro passado.

Segundo Graziano, que realizou a palestra magna do encontro, nos últimos dois anos o cenário econômico tornou-se bastante adverso, reflexo de diversos fatores, entre eles a crise política que atravessamos atualmente. Nesse contexto, nossa economia encolheu, e os efeitos dessa situação só não foram piores porque – mais uma vez – o agronegócio foi o salvador da Pátria. “Sem a força da agropecuária, o Brasil estaria quebrado”, afirmou.

Para ilustrar essa afirmação, Graziano apresentou dados que mostram o Brasil nos últimos lugares de diversos rankings internacionais que avaliam a transparência das instituições, a qualidade da logística e muitos outros fatores que limitam e prejudicam a competitividade da nossa economia.

É apenas no campo que essa realidade começa a mudar. Segundo dados apresentados pelo palestrante, a produtividade do agronegócio brasileiro cresce a uma média de 3,5% ao ano, levando o país a um patamar bem superior a grandes produtores mundiais, como os EUA. Para se ter ideia, as exportações agrícolas cresceram nos últimos oito anos impressionantes 468%.

O segredo dessa pujança, segundo Graziano, está na dedicação e no empreendedorismo do produtor rural,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *