Funcionário da Funai diz que o órgão continuará demarcando terras e expulsando produtores sem abaixar a cabeça para o Congresso



O Funcionário da Funai, Carlos Travassos, disse em audiência pública na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (20), que a Fundação vai sim expulsar os produtores rurais da Terra Indígena Awá, no Maranhão. Mais de mil famílias já foram cadastradas pelo Governo e podem ser expulsas a qualquer momento.

Travassos compareceu à audiência pública da Comissão da Amazônia substituindo a Presidenta interina da Fundação, Maria Augusta Assirati, a Guta, que se recusou a comparecer perante os deputados e os produtores rurais que vieram do Maranhão acompanhar a audiência.

Perguntado pelo Deputado Asdrúbal Bentes, do Pará, onde a Funai reassentará os produtores, Travassos disse que esse não é um problema da Funai. Disse ainda que a Fundação continuará com o seu papel constitucional de demarcar terras e não vai abaixar a cabeça para o Congresso Nacional.

Travassos tem razão. O papel da Funai é garantir terra para os índios, não é garantir terra para branco. Assista o vídeo e veja com os seus próprios olhos.

http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/questoes-indigenas/127276-funcionario-da-funai-afirma-que-o-orgao-continuara-demarcando-terras-e-expulsando-produtores-sem-abaixar-a-cabeca-para-o-congres.html#.UhYlF9I3srU

Fonte: Blog Questão Indígena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *