Presidente da FPA participa de missão brasileira na Ásia em busca de novos investimentos para o setor agropecuário





Fortalecer os laços comerciais e diplomáticos da agropecuária brasileira com os países asiáticos. Esse foi o principal objetivo da missão da Comitiva do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que já passou pelo Japão, China e Vietnã e segue, nesta segunda-feira (20), para a Indonésia. O deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), participa da viagem com a ministra Tereza Cristina.

“O Brasil precisa, sem sombra de dúvidas, reconstruir os seus laços comerciais e diplomáticos com os países asiáticos”, disse Moreira, destacando que o objetivo é trabalhar com eles no investimento em logística de transporte, de energia, nas obras de infraestrutura, seguro agrícola e pesquisas.

Segundo o presidente da FPA, o fato de o Brasil ter uma frente que conta com 270 deputados de um total de 513, é um grande incentivo aos asiáticos, que percebem a garantia de maioria no Parlamento para tratar os temas de interesse comuns.

Para Moreira, os acordos têm que levar em consideração os interesses dos dois países. “O Brasil é um país capaz de produzir, aumentando muito pouco a sua área plantada, duas a três vezes a sua capacidade de produção. Os japoneses sabem que o futuro da Ásia depende do abastecimento vindo do nosso país”.

Por outro lado, acrescentou ele, o Japão tem juros negativos e a capacidade de fazer investimentos de médio e longo prazo que o Brasil não tem. “Eles querem garantia de segurança alimentar. Querem que o Brasil seja um país saudável e competitivo, celeiro de produção de alimentos para suas comunidades”.

“O Executivo do Brasil, o Parlamento e os empresários brasileiros têm que ter uma voz única na reconstrução dessa grande caminhada com a comunidade asiática. Não os queremos apenas como clientes, mas como parceiros, para que trabalhem os arranjos produtivos completos”, concluiu o presidente da FPA.

O deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR), vice-presidente na região Sul da FPA, também integrou a comitiva e comemorou o resultado das conversas da ministra Tereza Cristina com o colega da Agricultura, Takamori Yoshikawa. “Eles discutiram a abertura do mercado japonês para a importação de carnes in natura e o abacate. Mas outras frutas tropicais como manga e melão também poderão ser exportadas”.

Numa série de reuniões com autoridades e investidores na China, no segundo trecho da viagem oficial, o deputado Zé Vitor (PL-MG), membro da FPA, afirmou que o país é um grande parceiro comercial e é preciso expandir essas relações. “Estamos falando de um mercado consumidor que tem mais de um bilhão e trezentos milhões de habitantes. Queremos avançar com a exportação de carnes e de café do cerrado”.

Para ele, a expansão das relações bilaterais com os países asiáticos permitirá mais desenvolvimento ao agronegócio e,  consequentemente, a valorização  do setor, beneficiando  assim os produtores rurais. “Onde temos desafios, precisamos vencê-los e onde há oportunidades é necessário aproveitá-las”, disse o deputado.

Na terceira etapa da missão à Ásia, a ministra Tereza Cristina reuniu-se com os ministros da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Xuan Cuong, e o primeiro-ministro do Vietnã,  Nguyen Xuân Phúc. A pauta do encontro foi a abertura do mercado para novos produtos brasileiros, como melão e bovinos vivos. Houve também tratativas sobre algodão, soja e milho, produtos cuja demanda no Vietnã é bastante grande.

A missão brasileira na Ásia é uma iniciativa do MAPA para a abertura de novos mercados para produtos brasileiros, como frutas, carnes, leite e café, além da manutenção e ampliação da pauta exportadora do agronegócio.

Participaram, ainda, da comitiva, os seguintes integrantes da FPA: deputados Zé Silva (SD-MG), Domingos Sávio (PSDB-MG), Hildo Rocha (MDB-MA), Aline Sleutjes (PSL-PR), Luis Miranda (DEM-DF), Luisa Canziani (PTB-PR), Marcelo Aro (PP-MG) e Betinho Rosado (PP-RN).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *