FPA participa de reunião para apresentar lei de biotecnologia brasileira à comitiva de Uganda



O deputado federal Luiz Nishimori, coordenador de Relações Internacionais da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), participou nesta quarta-feira (22/02), de encontro com o ministro de Ciência e Tecnologia de Uganda, Elioda Tumwesigye, e o ministro da Agricultura Blairo Maggi. O objetivo da reunião foi apresentar aos ugandenses os avanços do agronegócio brasileiro, com destaque para a produção recorde da safra de grãos e os ganhos em produtividade das lavouras resultantes da implementação da lei de biotecnologia.

Nishimori afirma que a troca de conhecimento entre os países é de suma importância para o setor produtivo rural. “Esse encontro é essencial para que os países envolvidos possam garantir cada vez mais o fornecimento de produtos agrícolas com vistas à segurança alimentar”. Segundo o deputado, o agronegócio pode ser um fator preponderante na promoção do desenvolvimento econômico e social das duas nações.

A reunião, realizada no Ministério da Agricultura, contou também com a presença do Coordenador do Congresso de Uganda, Kafeero Ssekitoleko Robert, e o ex-ministro da agricultura, Alysson Paolinelli.

RECURSOS GENÉTICOS – A lei de biotecnologia consiste na definição de níveis de segurança para os utilização de produtos geneticamente modificados no Brasil, que vai desde sementes até insetos, como mosquitos para combate à dengue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *