MP 700/2015 agride a Constituição e prejudica setor produtivo rural



A Medida Provisória 700 de 2015 dispõe sobre desapropriações por utilidade pública, sobre os registros públicos e dá outras providências. Ela afeta interesses diretos do setor produtivo, pois a MP visa fixar limite de “até” 12% para juros compensatórios nos casos de desapropriações, incluindo a reforma agrária. Ou seja, os juros compensatórios podem ser de zero.

A tentativa de limitar os juros compensatórios visa restringir o direito à propriedade, bem como criar benefícios extraordinários ao Estado, com forte redução dos valores pagos nas desapropriações.

O assunto já havia sido julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento da Medida Cautelar da Ação Direta de Inconstitucionalidade da MP 2.183/56, que estabelecia incidência de juros compensatórios de até 6%).

Confira o comentário de deputados membros da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) sobre o assunto:

//

MP 700/2015 agride a Constituição e prejudica setor produtivo …A Medida Provisória 700 de 2015 dispõe sobre desapropriações por utilidade pública, sobre os registros públicos e dá outras providências. Ela afeta interesses diretos do setor produtivo, pois a MP visa fixar limite de “até” 12% para juros compensatórios nos casos de desapropriações, incluindo a reforma agrária. Ou seja, os juros compensatórios podem ser de zero.Saiba mais: http://goo.gl/mGEfTL#MP700 #Absurdo

Publicado por Frente Parlamentar da Agropecuária em Terça, 8 de março de 2016

//

MP 700/2015 agride a Constituição e prejudica setor produtivoA MP 700/2015 trata de desapropriações por utilidade pública, sobre os registros públicos e dá outras providências. Ela afeta interesses diretos do setor produtivo, pois a MP visa fixar limite de “até” 12% para juros compensatórios nos casos de desapropriações, incluindo a reforma agrária. Ou seja, os juros compensatórios podem ser de zero.Saiba mais: http://goo.gl/mGEfTL#MP700 #Absurdo

Publicado por Frente Parlamentar da Agropecuária em Terça, 8 de março de 2016

//

MP 700/2015 agride a Constituição e prejudica setor produtivoA Medida Provisória 700/2015 afeta interesses diretos do setor produtivo, pois a MP visa fixar limite de “até” 12% para juros compensatórios nos casos de desapropriações, incluindo a reforma agrária. Ou seja, os juros compensatórios podem ser de zero.Saiba mais: http://goo.gl/mGEfTL#MP700 #Absurdo

Publicado por Frente Parlamentar da Agropecuária em Terça, 8 de março de 2016

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

MP 700/2015 agride a Constituição e prejudica setor produtivo

A MP700 é uma tentativa de limitar os juros compensatórios e visa restringir o direito à propriedade, bem como criar benefícios extraordinários ao Estado, com forte redução dos valores pagos nas desapropriações.Saiba mais: http://goo.gl/mGEfTL#MP700 #Absurdo

Publicado por Frente Parlamentar da Agropecuária em Quarta, 9 de março de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *