Projeto Soja Brasil realiza lançamento oficial do plantio de soja



O lançamento será em Dourados-MS e contará com a presença do ministro da Agricultura, Neri Geller. Serão dois dias de evento (24 e 25 de setembro de 2014) que levarão informação técnica ao produtor.

 Setembro é um mês de expectativa para os sojicultores brasileiros com o início do plantio. Mas para dar início ao cultivo, os produtores devem esperar o fim do vazio sanitário e, em tese, o início das chuvas. Com o objetivo de oficializar a largada do plantio da safra 2014/2015, o Projeto Soja Brasil em parceria com a Aprosoja Brasil, Aprosoja MS, Famasul e Canal Rural realizará no próximo dia 24/09 o evento Abertura Nacional do Plantio da Soja – Safra 2014/2015. A abertura acontece no Sindicato Rural de Dourados (MS) e conta com a presença do Ministro da Agricultura, Neri Geller. No dia seguinte, 25/09, será realizado um workshop sobre pragas, com destaque para a lagarta “Helicoverpa armigera” que deu grandes prejuízos em safras anteriores.

Fortalecendo os Municípios Sojicultores

Projeto Soja Brasil visa valorizar os estados produtores de soja e não podia ser diferente com Mato Grosso do Sul. Para o presidente da Aprosoja/MS, Mauricio Saito, o estado é privilegiado por sediar o evento nacional e será uma oportunidade de apresentar os predicados e entraves da agricultura local. “No mesmo ritmo de avanço que o Brasil, Mato Grosso do Sul segue uma sequência de recordes de produção e produtividade”.

 Saito destaca ainda que o estado se empenha na recuperação de pastagens degradadas e lembra que a última safra ocupou a área de 2,1 milhões de hectares do estado. “Para a safra 2014/2015 no Mato Grosso do Sul pretende-se aumentar a área dedicada à soja, em torno de 5%”, afirma Saito.

Fórum Soja Brasil – Cenários da Safra 2014/2016

De forma simbólica o Ministro Nei Geller operará uma plantadeira, oficializando o começo do cultivo da oleaginosa no país. De acordo com dados da Aprosoja Brasil, o país tem expectativa recorde, podendo alcançar de 91 a 94 milhões de toneladas do grão, mas é importante levar em conta que há possibilidade de riscos climáticos, ou seja podendo afetar a produtividade. Mesmo com as incertezas do campo, caso o Brasil chegue a esses valores haverá um aumento de produção de 3% a 5%, comparado com ciclo passado, no qual os agricultores colheram 86 milhões de toneladas.

Depois do lançamento do Plantio irá acontecer um Fórum para debater o mercado de venda e comercialização da soja. Com a queda de preços nos últimos meses, se intensificando nas últimas semanas, os sojicultores brasileiros estão atentos aos cenários nacionais e mundiais. Após os relatórios recentes do USDA confirmando uma safra recorde dos concorrentes norte-americanos, a situação é preocupante, com previsão de preços bem abaixo dos práticos nas últimas safras.

Outro problema que os produtores vão enfrentar é o alto custo da produção. Defensivos, sementes, adubo, tudo foi reajustado, com aumento médio de mais de 20% para o custeio, nos principais municípios produtores brasileiros.  Para o presidente da Aprosoja Brasil, Almir Dalpasquale, com conjuntura atual de mercado, produtores poderão ficar no vermelho, com margens negativas. Mas é importante não se precipitar e agir com cautela. “O produtor deve estar atento para fechar a soja de forma a fazer médias, sem se precipitar, buscando cobrir os custos e em um segundo momento elevar as margens”. Almir ressalta ainda que não temos um panorama definitivo para a próxima safra, já que a soja ainda não foi plantada e é necessário pelo menos 6 meses para se ter uma visão mais clara. O dirigente também afirma que a demanda está aquecida nos mercados consumidores, com destaque para China e países do leste asiático, o que tende a mudar os patamares de preços.

Workshop de Pragas (25/09)

Com o objetivo de levar informação ao produtor, no dia 25 de setembro, durante todo dia serão realizados palestrar e debates técnicos no Sindicato Rural de Dourados. Com temáticas sobre as estratégias de controle de pragas, com o foco em Helicoverpa, as palestras são abertas ao público e gratuitas.

A escolha de Dourados – um município do agronegócio brasileiro

Localizado no Sul do estado, Dourados tem mais 200 mil habitantes e é considerada uma região com alta produção de soja. De acordo com o Sindicato Rural do município a área plantada na última safra foi de 146 mil hectares, com uma produtividade acima de 360 mil toneladas. Dourados também se destaque pela alta adoção do Sistema de Plantio Direto, prática que revolucionou o plantio de grãos em todo o país, que eleva a conservação dos recursos hídricos e de caráter sustentável.

E é o presidente do Sindicato Rural de Dourados, Marisvaldo Zeuli, deixa o recado para os produtores do estado. “Venham prestigiar o evento, afinal o lançamento do Plantio poderia acontecer em muitos outros locais do país, mas optaram por Dourados”.

Fonte: ASCOM APROSOJA BRASIL

unnamed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *