FPA reafirma candidatura de Marcos Montes a presidente da Câmara, mas deputado diz que depende do PSD



Em reunião neste dia 13/12, terça-feira, a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) confirmou decisão tomada no encontro do dia 06/12 de trabalhar o nome de seu presidente, o deputado federal Marcos Montes, para comandar a Câmara no biênio 2017/2018.

“A FPA quer ser representada na disputa e fico feliz de ter meu nome escolhido, mas minha candidatura depende do meu partido, o PSD” – explica Marcos Montes, atual vice-líder da bancada do partido na Câmara e recém-eleito líder para 2017.

Ele lembra que o PSD lançou a candidatura do atual líder, Rogério Rosso (DF) a presidente da Câmara, e destaca que, se a candidatura de Rosso se viabilizar, a FPA terá que buscar outra alternativa.

Marcos Montes observa que a Frente Parlamentar da Agropecuária se propôs a ter um candidato, o que – segundo ele, é um direito do colegiado. Entretanto, ele reflete que, em caso de sua candidatura não se viabilizar, existem outros nomes a serem avaliados.

“Eu não vou colocar uma candidatura sem o apoio partidário” – reafirma.

De acordo com o presidente da FPA, a atual conjuntura política do Brasil exige, mais do que nunca, decisões respaldadas na experiência, na história, mas principalmente na serenidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *