Gargalos do agronegócio na pauta da FPA



“Sabemos o quão importante é a logística em nosso país. Se hoje temos dificuldades elas são oriundas, em grande parte, da deficiência de infraestrutura que impede o Brasil de ser competitivo país afora, em vários setores, não só no industrial, mas inclusive do nosso setor de origem que é o agronegócio”.

A declaração é do deputado Adilton Sachetti (PSB-MT) ao abrir na tarde desta quarta-feira (25) o Colóquio promovido pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) para debater os gargalos que emperram os avanços do agronegócio brasileiro, tais como infraestrutura e logística, legislação trabalhista, defesa sanitária e política agrícola.

Coordenador da Comissão de Infraestrutura e Logística da FPA, o deputado Sachetti revelou que na reunião de hoje se discutiu o licenciamento ambiental de obras de infraestrutura, movimentação e armazenagem de mercadorias importadas ou despachadas para exportação em portos secos, além de autorização para explorar serviços em centros logísticos aduaneiros.

Para o deputado Sachetti, esses temas são de interesse do setor produtivo rural e pretende dar contribuição ao setor privado e ao governo. “O agronegócio poderia ser hoje muito mais eficiente, se esse setor funcionasse e com isso poderíamos ter o nosso diferencial, mas nunca é tarde, nosso trabalho será mostrar para as autoridades as deficiências que temos”.

Próximas reuniões – O Colóquio se estende até o dia 30.  Amanhã (26), às 9h30, acontecerá a reunião da Comissão Trabalhista, quando se debaterá a expropriação das propriedades rurais e urbanas onde se verificarem a exploração de trabalho escravo, entre outros temas. Dia 27, às 9h30, entrará em discussão a consolidação da legislação sanitária. Na tarde do dia 30 (14h30), entram em pauta assuntos ligados ao seguro rural.

A FPA conta com seis comissões temáticas – infraestrutura e logística, política agrícola, defesa agropecuária, defesa de propriedade, meio ambiente e trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *