Deputado Nilson Leitão assume a presidência da FPA



O deputado Nilson Leitão (PSDB-MT) assume nesta terça-feira (14/2) a presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), a mais combativa e atuante do Congresso Nacional, com 222 deputados e 24 senadores. Ele sucede o deputado Marcos Montes (PSD-MG), que esteve à frente da entidade nos últimos dois anos. A solenidade será realizada a partir das 20h, no Dúnia City Hall, em Brasília.

Nilson Leitão entende que a força demonstrada pelo agronegócio nos últimos anos se deve em grande medida à atuação dos deputados e senadores da FPA, sempre prontos a apoiar as matérias de interesse do setor. “Graças a seus investimentos, alcançar safras recordes deixou de ser manchete. É o setor rural que mais responde pela geração de riqueza e inovação no país. Infelizmente, ainda é – injustamente – vítima de preconceito ideológico por setores da sociedade. São os predadores e conspiradores do segmento mais exitoso da nossa economia”, destaca.

Apesar das diversas conquistas, Nilson Leitão diz que ainda há muito trabalho pela frente. “Temos uma extensa pauta para realizar a fim de aperfeiçoar o nosso trabalho no Legislativo. É preciso, por exemplo, superar o famoso custo Brasil, acelerar os processos de licenciamento ambiental e aprovar uma nova legislação para o trabalho rural”, explica Nilson Leitão.

No evento, serão homenageadas lideranças do agronegócio e de outros segmentos da economia que contribuíram para o fortalecimento do setor produtivo rural.

Balanço positivo – O deputado Marcos Montes entrega a presidência da FPA certo de ter feito o melhor na defesa do agronegócio. “Em que pesem os problemas que todos os brasileiros estamos enfrentando, não há como negar que tivemos avanços importantes nesses dois últimos anos. Um deles é o reconhecimento por parte da sociedade urbana de que a agropecuária é o principal alicerce da economia do país.”

Marcos Montes afirma que a importância da FPA nos últimos dois anos fica demonstrada ao ser verificada a lista de visitantes ilustres que compareceram às reuniões-almoço realizadas pela entidade às terças-feiras, quando são debatidos assuntos vitais para o setor. “A visita do presidente Michel Temer abriu a possibilidade de diálogo com o governo federal e sinalizou que novos tempos estavam chegando”, destaca Marcos Montes.

A reunião-almoço da FPA também contou com as presenças dos ministros Blairo Maggi (Agricultura), Eliseu Padilha (Casa Civil), Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), Moreira Franco (Secretaria de Programas de Parcerias de Investimentos), Kátia Abreu (Agricultura), Joaquim Levy (Fazenda), Eduardo Cunha (presidente da Câmara dos Deputados), além de diversas outras autoridades dos setores público e privado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *