Oléo Diesel. Campanha #SancionaDilma.



Os membros de Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) aderiram nesta terça-feira (07.07.15) à campanha #SancionaDilma. A iniciativa pede a manutenção de emenda à Medida Provisória 670 que isenta o óleo diesel de PIS e Cofins. O texto aprovado pela Câmara e pelo Senado incluiu emenda do deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC), com destaque apresentado pelo deputado Nilson Leitão, vice-presidente da FPA, e líder do PSDB.

A não tributação sobre o combustível representa uma economia de aproximadamente R$ 0,20 por litro do combustível. A aprovação da isenção sobre o óleo diesel ocorreu em 30 de junho. “Essa é uma vitória mais do que merecida da classe, ainda mais levando em conta que é neste dia (30/06) que comemoramos o dia dos caminhoneiros”, enfatizou Colatto. A matéria ainda depende de sanção presidencial para entrar em vigor.

De acordo com o parlamentar mato-grossense Nilson Leitão, a isenção atende a uma das várias reivindicações dos caminhoneiros nas greves realizadas entre fevereiro e abril. “O mínimo que se espera é que ela aprove a emenda”, declarou Nilson Leitão em nota publicada em suas redes sociais, acompanhado pelo deputado Alceu Moreira (PMDB-RS).

O deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS) acrescenta que, além dos produtores rurais e dos caminhoneiros, os benefícios da emenda se estendem também às tarifas de transporte coletivo urbano e interurbano. “Se a presidente quer estimular a economia, basta manter essa emenda, que também terá reflexos nos custos dos alimentos”, enfatizou o deputado durante a tradicional reunião-almoço da FPA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *