1ª visita de um líder do governo petista à sede da FPA resulta em acordo



Frente Parlamentar da Agropecuária recebeu nesta terça-feira (17), durante reunião-almoço, o líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT/CE), e o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas. Visita considerada “inusitada” pela bancada ruralista.

“É a primeira vez que um líder dos governos petistas na Câmara marca presença na sede da FPA” – repercutiu o novo presidente da entidade (mandato 2015/2016), deputado federal Marcos Montes (PSD/MG).

Em audiência com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, dia 12 de março, a FPA cobrou que o governo demonstre interesse em colaborar com a classe ruralista. “Precisamos que vocês nos ajudem a aprovar o ajuste fiscal” – solicitou o ministro, ao longo da audiência. “Então, façam com que a bancada tenha motivos para isso” – reagiu Marcos Montes, reivindicando “gestos de boa vontade por parte do governo”.

Impacto – A reunião com os dois representantes do governo, neste dia 17, foi avaliada como um primeiro movimento nesse sentido – acredita o presidente da FPA. Motivo da expectativa é o tema central do encontro: o emplacamento de máquinas agrícolas.

Guimarães e Vargas acertaram com os ruralistas o envio de uma Medida Provisória que acabe, de uma vez por todas, com a obrigação do emplacamento.

Matéria prevendo a obrigação está na Câmara, e corre o risco de ser rejeitada – lembra Marcos Montes, que preside um colegiado com mais da metade da Casa.

A proposta acertada pelos dois petistas com a bancada ruralista é de o Executivo  reeditar a MP com algumas modificações. No lugar do emplacamento, a nova MP deve prever a implantação de um cadastro que não provoque custos para o segmento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *